twitter
facebook
insta
googleplus

 

 

 

 Uma tendência muito gentil nas grandes cidades é transformar espaços livres como terrenos baldios em  "mini parques" ( Pocket Parks )  para o lazer ou o descanso dos moradores e pessoas em trânsito pelo local.

 A iniciativa ainda é pouco conhecida no Brasil, mas pode entrar no novo Plano Diretor de São Paulo, como uma alternativa para a falta de áreas verdes na cidade!  Não é uma grande ideia? 

A capital paulista pode ser a primeira cidade  brasileira a contemplar a destinação de  terrenos baldios para  "pocket parks" . A votação na Câmara Municipal de São Paulo deve ocorrer até maio deste ano.

O  melhor é que os "mini parques"  podem ser instalados até entre duas construções, criando um pequeno "oasis de descanso" no corre corre da vida urbana. 

 

O jornal  Estado de S. Paulo ressaltou a possibilidade da criação destes espaços de "respiro" em recente matéria  que tratou nova  Lei de Parcelamento do Solo: neste caso o caberá ao  empreendedor doar parte do terreno de um empreendimento para que a Prefeitura possa criar estes espaços verdes.

 

Um exemplo de pocket park pode ser visto nos terrenos entre as ruas Alameda Ministro Rocha de Azevedo e a Rua Amauri, no Itaim Bibi. O terreno foi doado pela família Diniz, criadora do Grupo Pão de Açúcar, que também faz a manutenção do local ( vide foto).

 

Leia a matéria de O Estado de S. Paulo: http://www.estadao.com.br/noticias/impresso,plano-diretor-de-sp-incentiva-criacao-de-pocket-parks,1150262,0.htm

 

Foto:Isay Weinfeld 

Compartilhe:

Submit to Facebook
Joomla SEO by MijoSEF
Veja + fotos...
Veja + notícias... Veja + tutoriais...
Veja + gentilezas...